RBC Consultoria e Treinamentos

SetaARTIGOS

Img: O papel do psicólogo na Seleção Brasileira  durante a Copa

02/08/2014

O papel do psicólogo na Seleção Brasileira durante a Copa

O desempenho esportivo mundial, continuamente vem aumentando desde o início dos jogos olímpicos da era moderna. Muitos fatores contribuíram para uma melhoria constante do desempenho, entre eles certamente o crescimento do conhecimento científico em medicina, nutrição, biomecânica, fisiologia, psicologia e fisioterapia.

Na copa disputada no Brasil, verificamos esse aumento de nível entre algumas seleções. Não foi só a técnica ou o condicionamento físico que melhorou, mas principalmente o condicionamento emocional.

A Seleção campeã foi a que demonstrou o maior controle emocional durante toda a competição, e os holofotes se voltaram para os jogadores tidos principalmente como frios emocionalmente, mas será que isso é verdade?

Não foi o que demonstraram durante as cinco semanas que eles passaram na vila de Santo André, em Santa Cruz Cabrália, no litoral sul da Bahia, a equipe só saía na antevéspera de cada jogo e retornava ao local horas depois da partida. Ao lado de seus familiares, passearam de escuna, tomaram banho de mar, jogaram vôlei, além de desfrutarem de uma churrasqueira na praia. A convivência com os moradores e com as pessoas que trabalhavam nas instalações onde estavam hospedados era de alegria, respeito, camaradagem e muita humildade, conquistando assim todos os que conviveram com eles.

Os jogadores e a comissão técnica da seleção campeã do mundo fizeram questão de dizer várias vezes que o campo Bahia ajudou a equipe a desenvolver o espírito de grupo, falaram que era como se fosse um pequeno vilarejo e lá, tiveram a oportunidade de estar juntos o tempo todo, o que não ocorreria se estivessem em quartos de hotel. Disseram que a atmosfera tinha sido diferente de tudo o que experimentaram antes no futebol.

Porém quando entravam em campo para jogar, eram focados e demonstravam um alto grau de inteligência emocional (intra e interpessoal), esse foi o grande trunfo que os levou a vitórias seguidas, inclusive dando uma aula de futebol ao Brasil.
Já a Seleção Brasileira parecia mesmo estar à beira de um ataque de nervos. Dois atletas, que não tiveram seus nomes revelados, procuraram ajuda psicológica após o amistoso contra a Sérvia, no dia 6 de junho - quase uma semana antes da equipe estrear na Copa do Mundo, segundo a Psicóloga Regina Brandão.

O tema "controle emocional" foi bastante debatido durante a campanha brasileira na Copa, especialmente após a disputa de pênaltis contra o Chile nas oitavas de final. Durante toda a competição, jogadores e comissão técnica sentiram as criticas feitas pela imprensa e a pressão violenta de ter que ganhar em casa, o que culminou com um imenso desequilíbrio emocional. Faltou acompanhamento psicológico à altura do desafio.

Muitos especialistas afirmaram que a seleção brasileira não teve um preparo psicológico de longo prazo à altura do desafio que tinha pela frente, pois jogar uma Copa do Mundo em casa, com a “obrigação” de ser campeão. Menos ainda para lidar com uma sequência de infortúnios que não estavam previstos.

Se voltarmos ao passado recente, podemos ver que o que aconteceu com a Seleção Brasileira não é raridade, já aconteceu em outras modalidades, inclusive com nossas equipes olímpicas de vôlei, basquete e futebol feminino.

Olimpíadas de 2012, o Brasil desperdiça dois match points, vê Rússia virar e é prata de novo no vôlei masculino. E o título esteve muito perto. O Brasil repetiu o que havia feito na primeira fase e atropelou os russos nos dois primeiros sets. No terceiro, teve duas chances de fechar, mas um "apagão" na hora errada comprometeu o jogo.

O controle emocional é fruto da inteligência emocional de cada atleta, na mesma olimpíada de 2012 onde o favorito time de vôlei masculino ficou com a prata, as meninas do vôlei feminino deram uma lição de controle emocional, vindo de duas derrotas importantíssimas, perto da desclassificação, venceram a China em um jogo duro e logo depois a Sérvia e garantiram a qualificação em 4º da chave. O jogo das quartas de finais contra a Rússia é considerado o melhor jogo da Seleção em todos os tempos. No dia 11/07/2012, a Seleção Feminina de Vôlei se torna bi campeã olímpica e Zé Roberto se consagra o único brasileiro com três ouros olímpicos.

Segundo o que afirmou o técnico José Roberto, o que foi imprescindível para as vitórias, foi o trabalho psicológico feito com as atletas.

Aqueles que têm um grande autocontrole, ou que estão totalmente absortos no trabalho, falam pouco. Palavra e ação juntas não andam bem. Repare na natureza: trabalha continuamente, mas em silêncio.(Mahatma Gandhi)

Conhecer os outros é inteligência, conhecer-se a si próprio é verdadeira sabedoria. Controlar os outros é força, controlar-se a si próprio é verdadeiro poder. (Lao-Tsé)

CURSOS RBC:

Banner
Banner

Banner NOSSO CANAL NO YOUTUBE:

homepágina anteriortopo da página
Ícone: Localização
CRP - 06/3056/J

Como Chegar

11 4724.8476 e 11 3374.0604
Rua Coronel Santos Cardoso, 49
1º andar, Centro, Mogi das Cruzes/SP
CEP 08730-110

Desenvolvimento:
Img: Inotech Img: Miuzu